Sedecon divulga balanço estatístico ante a pandemia

  • Lucca Willians

Devido ao isolamento social, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Renda - Sedecon, estruturou uma agenda única, objetivando encaminhar e oferecer auxílio aos bauruenses, por meio de canais remotos de comunicação, contribuindo e apoiando os diversos setores pelos quais a pasta é responsável.

Dentre estes, a Casa do Empreendedor, através do Banco do Povo, deu continuidade aos serviços de acesso ao crédito, de maneira imediata por meio da Plataforma Online desenvolvida pelo Governo do Estado de São Paulo e direcionada tanto aos agentes de crédito presentes no município, quanto aos interessados pelas linhas de financiamento. Desde então, 94 contratos já estão em andamento. Além disso, desde o início da Pandemia, foram registrados 400 atendimentos remotos, totalizando entre março e abril deste ano, 34 contratos formalizados no valor de R$508.950,96. A Secretaria atendeu ainda, neste mesmo período, 1.830 munícipes de forma presencial e remota. Destes, 434 se formalizaram como Microempreendedores Individuais. Até o dia 31 de março de 2020, Bauru contava com 30.567 MEIS ativos na cidade. Além disso, a Secretaria Municipal de Economia e Finanças registrou a abertura de 111 novas empresas enquadradas em diferentes portes e tipos societários, entre os dias 20 de março e 22 de abril de 2020.

Sobre os números de pessoas em busca de uma oportunidade no mercado de trabalho por meio da plataforma Emprega Bauru, a Sedecon realizou 970 atendimentos remotos, bem como o cadastro de 22 vagas de emprego e o contato com mais de 800 empresas para captação de novas vagas também entre os dias 20 de março a 22 de abril deste ano.

Atreladas às medidas emergenciais e aos atendimentos, parcerias entre os setores públicos e privados foram fundamentais para que novas oportunidades surgissem com o objetivo de criar cenários propícios para a reestruturação econômica do município e o levantamento de recursos e insumos necessários para o enfrentamento da Covid-19.

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), no período de janeiro a março de 2020, Bauru obteve saldo positivo no número de empregos com carteira assinada (+840). As importações e exportações no município também obtiveram saldo positivo no 1° trimestre deste ano, em relação ao mesmo período do ano anterior. Bauru cresceu 5,4% em exportações e 17,4% em importações, alcançando o 39º e o 74° lugar no ranking do Estado, respectivamente.

Segundo a Secretária da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Renda, Aline Fogolin, este balanço "demonstra que ainda que exista uma grave situação econômica financeira, o desenvolvimento segue seu fluxo, com aquecimento dos segmentos essenciais, contratações de mão de obra e serviços, além da abertura de novos negócios também em função da epidemia. É um ciclo produtivo que se alterna, conforme o mercado exige. Nesse sentido, a Sedecon permanecerá monitorando os dados estatísticos para elaborar balanços que servirão de base para ações de suporte para a segunda fase da epidemia, ou seja, reabertura gradual e responsável das cadeias produtivas conforme o efeito da Covid-19 no município, oferecendo apoio e suporte para as demandas existentes".