População em situação de rua é atendida pela Secretaria de Bem-Estar Social

  • Lucca Willians

A Prefeitura Municipal de Bauru, por meio da Secretaria Municipal do Bem-Estar Social, possui alguns serviços que atendem pessoas em situação de rua da cidade:

O Centro de Referência Especializado a População de Rua – Centro Pop, situado na Avenida Nuno de Assis, 10-77, atende diariamente 50 moradores de rua com café da manhã, lavagem de roupa, higienização pessoal e fornecimento de vale refeição para o restaurante Bom Prato, sendo o investimento do município R$ 12.800,00.

Os profissionais da Assistência Social e Psicologia atenderam, em maio deste ano, 270 moradores em situação de rua em trânsito no município.

A identificação dessa população é feita pela Organização da Sociedade Civil – OSC / Casa do Garoto em parceria com a SEBES, que realiza o Serviço Especializado em Abordagem Social, identificando a população de rua ao percorrer as ruas da cidade e oferecendo alimentação através do Bom Prato (vale refeição via Centro Pop), encaminhamentos em Casas de Passagem, Projetos de Emergência e também por grupos solidários. Atualmente 110 moradores em situação de rua são atendidos pela abordagem social.

Outro serviço realizado pela Prefeitura são Serviços de Acolhimento em Casas de Passagem, realizados pelo Centro Espírita Amor e Caridade – CEAC/Albergue, Comunidade Bom Pastor e Esquadrão da Vida, que ofertam proteção integral a população em situação rua incluindo pernoite e alimentação completa, em um total de 100 vagas e 300 refeições dia.

Esse investimento do poder público mensalmente é de R$ 274.700,00 e anual de R$ 3.296.400,00.

Em decorrência da pandemia do COVID 19, a Prefeitura ampliou o atendimento em 35 vagas de acolhimento no mês de abril/2020, através de Projetos Emergenciais de Acolhimentos para Distanciamento e Isolamento Social sendo investido pela Prefeitura Municipal de Bauru R$ 582.801,00.

No total a Prefeitura de Bauru, por meio da SEBES, propicia o fornecimento de 455 refeições diárias através da sua rede de atendimento, contingenciando 185 pessoas em situação de rua. Além dessas pessoas que são atendidas diariamente, a SEBES identificou ainda, neste momento de pandemia, um excedente de 85 moradores de rua que circulam no município e não se vinculam à rede de proteção da assistência social por apresentarem a saúde mental prejudicada pelo uso abusivo de álcool e drogas ou doenças mentais, egressos do sistema penitenciário que não retornam ao município de origem.

Para atender essa população a Prefeitura de Bauru está aderindo ao Programa do Bom Prato do governo Estadual, com meta de 150 refeições, conforme as normativas prescritas pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social. Para o acesso a esta refeição será feito um cadastro destas pessoas.