Pesquisa pretende analisar impacto da Covid-19 na migração no Brasil

  • Lucca Willians

Organizadores da iniciativa solicitam que imigrantes colaborem a partir do preenchimento de um questionário online

Observatório das Migrações em São Paulo, vinculado ao Núcleo de Estudos de População Elza Berquó da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), participa de uma iniciativa para um estudo sobre o impacto da COVID-19 (doença causada pelo novo coronavírus) e das medidas adotadas pelo poder público sobre as condições de vida dos imigrantes internacionais, refugiados e apátridas residentes no Brasil, avaliando as possíveis violações de seus direitos sociais.

Para isso, os organizadores da iniciativa solicitam que esse público colabore a partir do preenchimento de um questionário. Trata-se de questões curtas e que podem ser rapidamente respondidas. A pesquisa encontra-se traduzida para seis línguas: português, inglês, espanhol, árabe, francês e creole haitiano.

Os dados recolhidos são anônimos e serão tratados de forma agregada sem a identificação dos respondentes. Nenhuma informação individualizada será fornecida a qualquer órgão de governo ou disponibilizada para divulgação ou uso na pesquisa ou em qualquer outro estudo.

Além do Observatório das Migrações em São Paulo, também participam da iniciativa o Grupo Interdisciplinar de Pesquisa e Extensão Direitos Sociais e Migração (GIPE)/ PUC Minas e o Grupo Distribuição Espacial da População (GEDEP)/PUC Minas.

Mais esclarecimentos podem ser obtidos pelos seguintes e-mails: migraforum.mg@gmail.com ou observatoriodasmigracoes@nepo.unicamp.br.