Rede estadual de ensino dá início ao segundo bimestre de aulas online

  • Lucca Willians

Docentes passaram por formação no Centro de Mídias SP para potencializar engajamento no ensino mediado por tecnologia

As aulas online do segundo bimestre na rede estadual foram retomadas nesta segunda-feira (8). Todos os professores passaram por um período de formação, discussão e alinhamento de estratégias no aplicativo Centro de Mídias da Educação de São Paulo (CMSP).

Durante o encontro com os docentes, foram tratados temas como rotina de papéis na aprendizagem não-presencial; uso pedagógico e técnico das funcionalidades do CMSP e outras plataformas licenciadas; produção das aulas dos CMSP; fechamento do primeiro bimestre e planejamento do segundo; estratégias para engajamento dos estudantes.

Houve também tempo para o planejamento da unidade escolar e individual. “É preciso ter foco naquilo que é mais importante, o engajamento do aluno”, destaca o secretário da Educação, Rossieli Soares.

Centro de Mídias e TV Educação

O aplicativo do Centro do Mídias de SP foi desenvolvido pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc-SP) para mediar as aulas da rede estadual durante o isolamento social. Desde o lançamento, com o retorno recebido da rede, a Coordenadoria de Informação, Tecnologia, Evidência e Matrícula (Citem) trabalha para aprimorá-lo por meio de atualizações.

Pela TV Educação, é possível ter acesso a videoaulas e atividades transmitidas inclusive em tempo real. A grade horária é dividida por etapas. Há componentes alternados a cada semana, sendo que matemática e língua portuguesa serão transmitidas toda semana.

A mais recente atualização, lançada em 21 de maio, permite o chat interativo do professor com suas turmas e até mesmo que ele transmita um vídeo ao vivo para os alunos. Os educadores também poderão atuar como moderadores do chat, silenciando ou até banindo usuários com condutas impróprias. Outra novidade é a forma de login, que ficou mais intuitiva.