Prefeitura revoga decisão de permitir atendimento de cabelereiros, barbearias e manicures

  • Lucca Willians

A Prefeitura Municipal de Bauru informou, no início da noite desta quinta-feira (09), que após apontamento do Governo do Estado de São Paulo, as atividades presenciais de cabelereiros, barbearias, manicures precisarão ser suspensas.

A medida se faz necessária para compatibilizar as normas municipais com o Decreto Estadual que institui a quarentena e que não reconhece os serviços realizados por cabelereiros, barbearias, manicures como atividades essenciais.

A Prefeitura havia solicitado a reconsideração do Estado para manter a autorização do funcionamento desses estabelecimentos através de pré-agendamento e medidas complementares de higienização. Contudo a decisão foi negativa, sendo proibido aos salões de cabeleireiro, barbearia e centros de estética realizar atendimento presencial ao público.

O Ministério Público também já se manifestou pelo cumprimento da norma do Governo do Estado em outras cidades onde ocorreram situações similares com esses mesmos estabelecimentos.

Diante disso a Prefeitura informa que fará a revogação do inciso XXIV, do anexo 2, do Decreto 14.712/2020, o que deverá ser publicado na próxima segunda-feira para suspensão do atendimento presencial passando a vigorar a partir do dia 14/04.

Informamos também que a atividade de cabeleireiro, manicures, barbeiros e afins podem continuar a fazer atendimento apenas por serviços a domicílio.