Quatro adaptações literárias para você assistir na quarentena

  • Marina Moia

Depois de indicar alguns filmes para assistirmos neste período de isolamento social, chegou a hora de falar sobre séries que podemos conferir, já que estamos passando muito mais tempo dentro de casa.

Elas não são produções necessariamente novas, mas são todas adaptações literárias de obras que eu já tive o prazer de ler e que acredito que foram bem traduzidas para as telas da televisão. 

The Handmaid's Tale (O Conto da Aia)

Começamos com uma bem famosa e que já rendeu muito burburinho na época do lançamento, em 2017. A série acompanha a história de um futuro próximo onde os EUA se transformam na República de Gileade graças à uma teonomia totalitária fundamentalista cristã. O sistema social agora é definido por castas, sendo uma delas as das Aias. Elas são as responsáveis por parir novas crianças para a elite governante, num ritual de estupro pelos seus mestres, apoiados pelas respectivas esposas inférteis.

O seriado é baseado no livro de Margaret Atwood, de 1985, e é incrível como a história continua relevante mesmo tantos anos depois da publicação. Apesar de não vivermos numa situação tão extrema, ainda testemunhamos as lutas das mulheres por direitos básicos e também convivemos com o machismo diário da sociedade. É assustador assistir uma produção onde as mulheres perdem todos os seus direitos - elas não podem nem ler - mas vale a pena pelas atuações de Elisabeth Moss e Ann Dowd e pela tensão do roteiro, que te faz querer absorver aquele mundo distópico.

The Handmaid's Tale está disponível no Fox Premium e no serviço de streaming Globoplay.

Mindhunter 

Para quem, assim como eu, se interessa em saber mais sobre as histórias dos assassinos em série e suas vítimas, Mindhunter é a escolha certa. A produção da Netflix é inspirada no livro de mesmo nome escrito pelo agente especial do FBI John Douglas em conjunto com o autor Mark Olshaker. Douglas foi um dos primeiros a analisar e elaborar perfis psicológicos de criminosos.

Apesar do livro ser algo mais biográfico, com o agente aposentado contando sobre casos específicos em que trabalhou e explicando sobre as técnicas criadas e utilizadas por ele, a série toma a liberdade de criar dois personagens do FBI para ilustrar o que é falado no livro. Podemos acompanhar os agentes em entrevistas com os mais famosos e sórdidos assassinos em série, como Edmund Kemper e até Charles Manson. As cenas de tais entrevistas são, em sua maioria, reproduzidas à imagem das entrevistas reais, o que deixa tudo mais interessante e realista.

Mindhunter está disponível no serviço de streaming Netflix.

Big Little Lies (Pequenas Grandes Mentiras)

 Baseado no livro de grande sucesso da australiana Liane Moriarty, a série conta com grande e premiado elenco, com atrizes como Reese Witherspoon, Nicole Kidman e Laura Dern. A trama acompanha mães, com vidas e famílias aparentemente perfeitas, que acabam se conectando depois de um caso de bullying e agressão na escola que os filhos frequentam. O que parece em ordem, começa a se revelar um caos e a vida dessas mulheres vira de cabeça para baixo quando segredos vêm à tona. 

A minissérie engloba toda a história do livro escrito por Moriarty, mas o seriado fez tanto sucesso que a HBO acabou, com a benção e ajuda da autora, produzindo uma continuação. A segunda temporada conta com o destaque da atuação de Meryl Streep, que foi convidada para ser a sogra de uma das personagens e rouba as cenas em que está presente.

Big Little Lies está disponível no serviço de streaming da HBO GO.

Sharp Objects (Objetos Cortantes)

Por fim, temos outra produção da HBO na lista. Sharp Objects foi inspirado no livro de Gillian Flynn, conhecida por escrever suspenses com protagonistas mulheres complexas. O roteiro acompanha a jornalista Camille ao voltar para sua cidade natal para investigar o homicídio de duas jovens. Ela é uma mulher instável e com problemas emocionais e, ao conhecermos a mãe da protagonista, começamos a entender os motivos por trás dos dilemas de Camille.

A adaptação conta com a sempre incrível Amy Adams ao lado da veterana Patricia Clarkson e também da revelação Eliza Scanlen. É uma série mais sombria, talvez até um pouco lenta para certas pessoas, mas que vai se revelando envolvente e você não consegue parar até descobrir o que está realmente acontecendo naquela cidade e naquela família.

Sharp Objects está disponível no serviço de streaming da HBO GO.