"Se organizarem uma competição paralela a superliga para a base, voto a favor da extinção do ranking", comenta Reinaldo

  • Luiz Lanzoni

Foto: Fernando Beagá

Nesta sexta-feira, na edição do Esporte em Discussão da Jovem Pan News Bauru, o presidente da Associação Vôlei Bauru, Reinaldo Mandaliti, comentou sobre a manutenção do ranking para "atletas top" e a abertura para que cada clube possa contar com 3 atletas estrangeiras em seus elencos.

A votação foi marcada com a polêmica da restrição aos votos do time de Barueri e Curitiba, que alegando problemas financeiros, não mandaram representantes para a reunião na sede da Confederação Brasileira de Vôlei no Rio de Janeiro, e mandaram seus votos por e-mail.

Questionado sobre o voto a favor a manutenção ao ranking, o mandatário bauruense se posicionou contrário a existência do mesmo, desde que se crie um torneio em paralelo a Superliga para a base - a simples extinção do ranking criaria uma disparidade técnica entre os times, e dificultaria o surgimento de novas atletas - comenta o dirigente.

Confira na íntegra a participação de Reinaldo Mandaliti no Esporte em Discussão.