Noroeste vence o Desportivo Brasil com gol de Richarlyson

  • Luiz Lanzoni

O Noroeste retomou o caminho das vitorias na tarde desta quarta-feira (4) ao derrotar o Desportivo Brasil por 1 a 0, o gol noroestino foi marcado pelo meia Richarlyson, aos cinco minutos do segundo tempo.

O jogo

Logo no início da partida o Noroeste criou duas jogadas perigosas nos pés de Pedro e Yamada, na primeira o atacante bateu cruzado e Fabrício não conseguiu marcar no rebote.

Na segunda oportubidade, Fabrício construiu a jogada e passou para Yamada finalizar de fora da área, o meia noroestino exigiu ótima defesa do goleiro Leandro Santos do Desportivo Brasil.

Na sequência Yamada acabou sofrendo uma entorse no joelho e deixou a partida para a entrada de Richarlyson, o Desportivo Brasil melhorou e por muito pouco não empatou com Lynneker, em finalização que tocou a trave.

Jonatas Paulista também teve grande oportunidade em novo contra ataque puxado por Fabrício, mas o volante acabou finalizando para fora.

Já nos acréscimos do primeiro tempo, Caio Vieira perdeu a melhor chance da partida até então em finalização dentro da pequena área, o atacante do Desportivo Brasil finalizou para fora.

Gol no início do segundo tempo muda o jogo 

No recomeço do jogo Richarlyson marcou logo aos 5 minutos, o camisa 20 tentou o cruzamento pela esquerda, mas o lateral-direito Léo Caboclo acabou desviando a trajetória no meio do caminho contra sua própria meta. O gol foi assinalado para Richarlyson, seu primeiro neste retorno. Depois do gol o Noroeste se posicionou mais defensivamente e aguardou o erro do Desportivo Brasil para puxar seis contra-ataques, em ótimo lançamento de Richarlyson, Igor Pimenta finalizou na trave, no rebote Rogério Maranhão finalizou e o zagueiro Jorge Miguel salvou em cima da linha. Na reta final do jogo Caio César fez duas ótimas cobbranças de falta, mas ambas pararam no goleiro Pablo, um dos destaques do Noroeste nesta tarde.

Ficha técnica

Desportivo Brasil: Leandro Santos, Léo Caboclo (Kevin), Edson, Jorge Miguel e Alex Barros; Guilherme, Wellington e Nathan Índio (João Victor); Lynneker (Bruno), Caio Cesar e Caio Vieira. Noroeste: Pablo, Matheus Blade, Jean Pierre, Guilherme Teixeira e Renan (Vitor Gava); Jonatas Paulista, Rogério Maranhão, Igor Pimenta e Yamada (Richarlyson); Fabrício (John Egito) e Pedro.

Público presente: 382 pessoas