CEI da Cohab pede documentos da investigação do GAECO

  • Lucca Willians

A Comissão Especial de Inquérito (CEI) que apura irregularidades na Companhia de Habitação Popular de Bauru (Cohab) se reúne nesta quarta-feira (19), às 9h30, no Plenário da Câmara Municipal de Bauru.

Nesta terça, o presidente do colegiado, vereador Natalino da Silva (PV), assinou ofício dirigido ao Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público, requerendo a cópia de documentos das investigações referentes à Operação "João de Barro", deflagrada no último 17 de dezembro.

O parlamentar solicita que seja disponibilizada a listagem com nomes de todas as pessoas que já depuseram no processo, além das informações que, se tornadas públicas, não gerem prejuízos à investigação.

"Temos a informação de que o próprio Ministério Público já solicitou a quebra do sigilo do processo", afirma o presidente da comissão, composta ainda pelos vereadores Sandro Bussola (PDT), Edvaldo Minhano (Cidadania), Luiz Carlos Barbosa (PRB) e Markinho Souza (PP).

No ofício, Natalino pede ainda que os membros da CEI possam ser recebidos pelos promotores de Justiça envolvidos no trabalho de apurações acerca da Cohab.

O Ministério Público já respondeu um primeiro ofício da comissão, reiterando não haver implicações do trabalho de apuração parlamentar no processo judicial.

Na semana passada, a comissão tratou das dívidas da companhia junto a construtoras e de acordos extrajudiciais firmados junto a essas empresas.

Também foram estabelecidos os documentos solicitados pela CEI junto à Cohab.

Com informações da Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Bauru.