Unesp e municípios do Polo Cuesta firmam convênio para realização de testes de COVID-19

  • Lucca Willians

Faculdade de Medicina de Botucatu, Hospital das Clínicas e Famesp oficializaram a parceria com as prefeituras

A Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB), vinculada à Universidade Estadual Paulista (Unesp), o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) e a Fundação para o Desenvolvimento Médico Hospitalar (Famesp), com apoio da Prefeitura Municipal de Botucatu, oficializaram em 16 de julho o convênio com os municípios do consórcio Polo Cuesta para a realização de testes de diagnóstico do novo coronavírus.

O evento, realizado no Salão Nobre da FMB, contou com a presença da vice-diretora da Faculdade, professora Jacqueline Caramori, reunindo as autoridades das instituições e prefeitos das cidades de Areiópolis, Bofete, Cesário Lange, Conchas, Itatinga, Laranjal Paulista, Pardinho, Pereiras, São Manuel e Torre de Pedra.

O convênio permite que os municípios ampliem a realização de testes de COVID-19 em seus habitantes, reduzindo o impacto da pandemia na região, além da análise do número real de infectados e curados.

Coleta

As cidades farão a coleta dos exames e enviarão para o Laboratório de Biologia Molecular do HCFMB, que fará os testes e enviará os resultados. Apenas os custos dos reagentes dos exames estarão a cargo das Prefeituras, já que o HCFMB utiliza toda a cota disponibilizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para a execução dos testes.

Nos últimos dias, o laboratório ampliou a capacidade de realização de testes, com a doação do Grupo Ruas de um aparelho moderno, que permitiu triplicar a capacidade da realização de testes diagnósticos da doença. O equipamento anterior tinha a capacidade de 100 testes por dia. Atualmente, cerca de 300 exames são realizados diariamente.