Toque de restrição começa às 20h neste sábado (6), veja o que muda

  • Lucca Willians

O estado de São Paulo inicia um novo momento do enfrentamento à pandemia de Covid-19 a partir deste sábado (6). Todo o território paulista entra na fase vermelha do Plano SP e terá toque de restrição até o dia 19 de março. Durante duas semanas, os municípios devem respeitar os protocolos da fase mais restrititiva do Plano ao longo dos dias e, a partir das 20h, a circulação de pessoas nas ruas será restrita.

A medida tem como objetivo inibir aglomerações e combater a disseminação do coronavírus. São Paulo vive o pior momento desde o início da pandemia – com superlatação nos leitos de UTI e recorde de morte diárias.

Na fase vermelha, somente atividades essenciais podem funcionar com atendimento ao público. Demais comércios e serviços não essenciais só podem atender através de delivery (entregas por telefone ou aplicativo), drive-thru ou retirada. É vedado consumo e atendimento nos estabelecimentos.

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado divulgou nesta quinta-feira (4), uma lista com setores produtivos e seus respectivos funcionamentos, veja o que muda.

Serviços essenciais

Saúde: hospitais, clínicas, farmácias, clínicas odontológicas e estabelecimentos de saúde animal

Alimentação: supermercados, hipermercados, açougues e padarias, lojas de suplemento, feiras livres. É vedado qualquer tipo de consumo no local.

Abastecimento: cadeia de abastecimento e logística, produção agropecuária e agroindústria, transportadoras, armazéns, postos de combustíveis e lojas de materiais de construção.

Logística: estabelecimentos e empresas de locação de veículos, oficinas de veículos automotores, transporte público coletivo, táxis, aplicativos de transporte, serviços de entrega e estacionamentos.

Serviços gerais: hotéis, lavanderias, serviços de limpeza, manutenção e zeladoria, serviços bancários (incluindo lotéricas), serviços de call center, assistência técnica de produtos eletroeletrônicos e bancas de jornais, atividades religiosas.

Segurança: serviços de segurança pública e privada.

Comunicação social: meios de comunicação social executada por empresas jornalísticas e de radiodifusão sonora e de sons e imagens.

Construção civil e indústria: sem restrições

Restaurantes e similares: permitidos apenas serviços de retirada, entrega (delivery) e que permitem a compra sem sair do carro (drive thru). É vedado vedado qualquer tipo de consumo no local.

Toque de restrição 

Durante o toque de restrição, somente atividades essenciais podem funcionar. A medida estará em vigor a partir das 20h em todas as regiões do estado. A recomendação é que não haja circulação neste horário, exceto para o desempenho de atividades essenciais. Haverá fiscalização ampliada até às 5h.

Fiscalização

A Vigilância Sanitária estadual, a Secretaria de Segurança Pública e o Procon atuarão, em conjunto com agentes municipais, nas ações de fiscalização e orientação para cumprimento do toque de restrição.

Denúncias sobre festas clandestinas e funcionamento irregular de serviços não essenciais podem ser feitas pelo telefone 0800-7713541 e também pelo site do Procon-SP www.procon.sp.gov.br.

Teletrabalho

A recomendação é para que todos priorizem o sistema de teletrabalho, sempre que possível. Nos casos que a presença do funcionário é imprescindível, deve-se adotar os protocolos intersetoriais e os setoriais disponíveis em https://www.saopaulo.sp.gov.br/planosp/.