Sem leitos em Bauru, paciente é transferido para Mirandópolis e morre por Covid-19

  • Jamile Diniz

Um paciente com Covid-19 em Bauru teve que esperar por mais de cinco dias para ser internado na cidade. Sem vagas, ele precisou ser transferido para o município de Mirandópolis, uma viagem de cerca de três horas, onde ficou internado no Hospital Estadual, mas não resistiu.

A vítima era Marco Aurélio de Oliveira, que tinha 49 anos e trabalhava como vendedor de frutas na Ceagesp. Para que ele conseguisse a vaga no hospital, sua família precisou entrar com uma medida judicial e agora aponta que houve emissão por parte do Estado por não fornecer um leito próximo. Ainda segundo seus familiares, Marco Aurélio não possuía quaisquer comorbidades e a longa viagem teria sido o fator determinante para a morte.

Já o governo estadual, afirma ter dado assistência integral ao paciente e diz que a transferência não foi responsável pelo óbito. De acordo com o órgão, Marco Aurélio já chegou ao Pronto-Socorro de Bauru em estado gravíssimo.