Sebes encerra serviço de acolhimento para população em situação de rua

  • Lucca Willians

A Secretaria Municipal do Bem Estar Social (Sebes) comunicou no último sábado (30) que encerrou o serviço de acolhimento temporário de moradores em situação de rua no ginásio Darcy César Improta, na região do Núcleo Geisel. O acolhimento foi iniciado em julho do ano passado, em caráter temporário, por conta da pandemia e também do período de inverno. A previsão era de encerramento em dezembro, mas houve prorrogação durante este mês.

A Prefeitura de Bauru lembra que os moradores estão recebendo todo o atendimento em três casas de passagem que possuem parceria com o município – Albergue Noturno, Comunidade Bom Pastor e Esquadrão da Vida. O acolhimento no ginásio foi possível através de parceria com a entidade Casa do Garoto, com o município custeando as despesas.

De acordo com a pasta, 26 pessoas estavam no abrigo provisório. Destas, cinco foram para uma comunidade terapêutica, nove para uma casa de passagem masculina, duas para casa de passagem feminina, quatro para hotel social, sendo uma delas com o seu animal de estimação, e seis voltaram para a casa de familiares.
Ao final, três cães foram para a ONG Formigas Valentes, uma vez que nenhum dos usuários do serviço se manifestou como tutor destes animais. Desta maneira, nenhum animal ficou na rua. A estrutura que estava no ginásio começou a ser desmontada, e os moradores em situação de rua estão recebendo a assistência da Sebes. O ginásio passa agora por limpeza para depois voltar a ser usado pela Semel.

Casas de passagem

A Sebes tem parceria com três casas de passagem para atender moradores em situação de rua. Todas possuem convênio para receber recursos da prefeitura. O Albergue Noturno, mantido pelo Ceac, oferece 50 vagas. A Comunidade Bom Pastor possui 20 vagas, enquanto o Esquadrão da Vida tem 30 vagas, totalizando assim 100 vagas nas casas de passagem.