Rodízio de abastecimento falha e deixa bauruenses sem água nas torneiras

  • Jamile Diniz

Foto: Jamile Diniz

O Departamento de Água e Esgoto (DAE) de Bauru declarou que o sistema de cronograma de rodizio adotado atualmente, no qual há interrupção de 12 horas no abastecimento, não está sendo suficiente para conservar o manancial. Por esse motivo, se a estiagem se mantiver, a autarquia considera estender para 24 horas a interrupção entre uma região e outra.
Essa situação ocorre por conta do nível da Lagoa de Captação do Rio Batalha, que segue muito baixo e incapaz de abastecer a cidade como um todo.

Nesta semana, a situação se agravou e diversos bauruenses ficaram sem água em suas torneiras. Exemplo disto, é o caso da Vila Falcão. Comumente uma das mais prejudicadas pela falta d’água, a região deveria ter sido abastecida na quarta-feira (11), como estipula o cronograma. Entretanto, isso não aconteceu e moradores reclamam de estar sem água desde domingo (8).

O DAE afirma que, nos dias em que a distribuição for interrompida, fornece caminhões-pipa para reabastecer as casas. O serviço não tem custos e pode ser contratado por meio dos números 0800-7710195, para telefones fixos, e (14) 3235-6140, para telefones celulares.