Reunião discute a ampliação das linhas de ônibus em Bauru

  • Lucca Willians

A prefeita Suéllen Rosim e o secretário de Finanças, Everton Basílio, se reuniram nesta segunda-feira (25) com o presidente da Emdurb, Luiz Carlos Valle, e com os diretores Administrativo-Financeiro da empresa municipal, Jair Vella, e de Trânsito e Transportes, Luiz Felipe Sciulli de Castro, para tratar de mudanças nas linhas com maior demanda do transporte coletivo em Bauru.

Representantes da Transurb e das duas empresas concessionárias participaram do encontro. As linhas com maior movimento de passageiros terão reforço de veículos no período da manhã, quando são registrados os maiores índices de embarque. Para isso, as empresas vão deslocar veículos e funcionários que trabalham durante o período noturno, uma vez que o último decreto publicado pelo município regulando as atividades econômicas na pandemia restringe o funcionamento dos serviços não essenciais até às 20h.

Desta maneira, o movimento após às 21h deve diminuir, já considerando o tempo que os trabalhadores levam para encerrar suas atividades, permitindo que parte dos ônibus e funcionários possam atuar de manhã. De acordo com a Emdurb, as linhas com mais movimento em Bauru são a Vila Dutra/Santa Cândida-Bauru Shopping; Bauru Shopping-Vila Lemos; Paraíso/Dutra-Villaggio/Jardim Europa; Unesp/CTI-Jardim Ouro Verde; Núcleo Octávio Rassi-Edson Francisco da Silva; Santa Edwirges-Samambaia; Pousada da Esperança-Centreville; Santa Fé-Cidade Universitária; e Parque Santa Terezinha/Instituto Lauro de Souza Lima/Unimed-Centro.

Estas e as demais linhas serão constantemente monitoradas, para que outras alterações possam ocorrer em caso de necessidade. “As empresas vão ter mais ônibus no horário da manhã, que é o nosso maior pico de movimento, até pela redução de horário das atividades no período noturno. Além disse, nas linhas com mais demanda, um segundo veículo virá logo após o primeiro, para distribuir melhor os passageiros e evitar superlotação dos veículos”, avisa o presidente da Emdurb, Luiz Carlos Valle.

Na reunião, as empresas ainda falaram sobre o momento do segmento de transportes, que enfrentou redução de passageiros com a pandemia, e de outras medidas que poderão ser adotadas mais adiante para o equilíbrio financeiro do transporte coletivo urbano municipal.