Prefeitura publica nota em resposta às declarações do Estado sobre flexibilização da fase vermelha no município

  • Lucca Willians

Em meio a polêmica que envolveu a Prefeitura de Bauru e Governo do Estado de São Paulo após a publicação do decreto municipal que flexibilizou as atividades comerciais durante a fase vermelha do Plano SP, o município divulgou, nesta quinta-feira (28), uma nota em que se posiciona sobre a situação. Confira na íntegra:

"O nosso decreto segue a realidade do município e foi embasado nos pareceres do nosso Comitê de Combate a Covid. Lamentamos que o entendimento do Governo do Estado não leve em consideração a realidade de Bauru. Estamos abertos ao diálogo desde que os interesses da população também sejam levados em conta. Em nenhum momento deixamos de priorizar a vida, mas depois de dez meses de pandemia não permitir a retomada segura e responsável da economia, é também deixar de lado a vida e a dignidade das famílias.

Desde o início dessa gestão não temos medido esforços para minimizar os impactos da Covid em Bauru. Cobramos mais vagas de internação e UTI, que é de responsabilidade do Estado, pedimos constantemente melhorias no Sistema Público de Saúde, que é bastante precário, e a abertura definitiva do Hospital das Clínicas (HC). Intensificamos também a fiscalização e melhoramos os canais de denúncia."