Operação da PF contra o tráfico internacional de drogas tem alvo em Bauru

  • Welinton Barros

Agentes também miram veículos e embarcações utilizados para a venda de armas (Foto: Divulgação | Polícia Federal)

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quinta-feira (15) a Operação Boa Vista, de combate ao tráfico internacional de drogas e armas. A operação conta com a participação de 60 policiais federais para o cumprimento de 20 mandados judiciais, dos quais oito são mandados de prisão preventiva e 12 mandados de busca e apreensão.

Um dos mandados foi cumprido em Bauru, mas o nome do envolvido não foi divulgado. Os demais mandados foram cumpridos em Guaíra, cidade no interior do Paraná, de onde as ordens judiciais foram expedidas pela Justiça Federal.

De acordo com as investigações, a quadrilha utilizava uma casa perto de Itaipu para comercializar armas e drogas com criminosos do Paraguai.
A PF mira veículos e embarcações, o bloqueio de contas bancárias e outros ativos financeiros, bens de até R$ 10 milhões, além do sequestro de imóveis.

A operação

Estimativas iniciais apontam que, só nos últimos quatro meses, os investigados perderam o equivalente a R$ 4,2 milhões em produtos ilícitos apreendidos pelas autoridades.

As investigações foram iniciadas em junho deste ano após a descoberta de que um imóvel rural, situado à beira do Lago de Itaipu, que estaria sendo utilizado com frequência para a retirada e estocagem de ilícitos vindos do país vizinho.

Os investigadores constataram que as atividades criminosas eram divididas, ficando um grupo dedicado à prática de contrabando e descaminho de produtos eletrônicos, agrotóxicos e equipamentos médicos; e outro dedicado a traficar drogas e armas.

"Durante as diligências foram realizadas diversas apreensões e prisões em flagrante de membros da organização criminosa, destacando a apreensão, em julho de 2020, de mais de 100 quilos de pasta base de cocaína/crack, que tinha como destino o estado de São Paulo. A droga era levada por um membro da organização criminosa em um fundo falso de veículo", diz a nota da PF.

Em setembro 20 fuzis calibre 5.56 foram apreendidos no fundo falso de um veículo de propriedade de um dos investigados.