Mutirão de combate à dengue é concluído e recolhe mais de 320 toneladas de materiais

  • Lucca Willians

O mutirão ‘Big Busca Bauru’ de combate à dengue, realizado pela Prefeitura de Bauru e Unimed, foi concluído nesta sexta-feira (12) e recolheu mais de 326 toneladas demateriais inservíveis, em dez dias de trabalho. O mutirão percorreu a região noroeste e parte da região oeste de Bauru.

Os caminhões passaram pelo Jardim Bela Vista, Vila Lemos, Parque União, Vila Seabra, Parque Roosevelt, Jardim Petrópolis, Vânia Maria, Parque Jaraguá, Santa Edwirges, Fortunato Rocha Lima, 9 de Julho, Nova Esperança, Jardim Andorfato, Núcleo Edson Francisco da Silva, Vila Dutra, Vila Industrial, Santa Cândida, Bosque da Saúde, Parque Real, Chácaras Cornélia e Val de Palmas. Estas regiões foram escolhidas com base em critérios epidemiológicos, pois foram as que apresentaram maior número de casos nos últimos anos.

Ao todo, foram recolhidas 326 toneladas de materiais inservíveis, como latas, potes, garrafas e móveis velhos, e ainda mais de 300 pneus. Os agentes de controle de endemias também vistoriaram 23.812 imóveis. Outros 14.857 imóveis estavam fechados, e 87 moradores recusaram a presença dos agentes.

Em 29,5% dos imóveis vistoriados, foram encontrados potenciais criadouros. Já em 2,4% dos imóveis, foram encontradas larvas do mosquito Aedes aegypti, que transmite a dengue, zika, chikungunya e febre amarela. A Secretaria de Saúde lembra que a colaboração da população é necessária para controlar a proliferação do mosquito.

Parcerias

A realização do mutirão contou com a participação das Secretarias de Saúde, Administrações Regionais, Esportes, Meio Ambiente, Agricultura, Obras e Gabinete da prefeitura, e ainda com a Emdurb e o DAE. A Unimed forneceu caminhões, o café da manhã dos trabalhadores que participaram do mutirão e a divulgação. A Comunidade Terapêutica Restaurar cedeu voluntários.

Ecopontos

A Prefeitura de Bauru pede que a população siga colaborando, fazendo a destinação adequada de materiais inservíveis, que podem ser levados aos Ecopontos, de segunda-feira a sábado das 7h às 19h, e aos domingos das 8h às 16h. Materiais recicláveis devem ser descartados nos Ecopontos ou na coleta seletiva. Somente com a contribuição de todos é que o município evitará novas epidemias de dengue e outras doenças potencialmente letais e perigosas.