Terreno utilizado por Escoteiros é invadido em Bauru

  • Jamile Diniz

Na manhã desta quarta-feira (26), o terreno utilizado pelos Escoteiros Guia Lopes foi invadido por um trator, sem autorização nem conhecimento do grupo. A sede, que desde 1992 localiza-se na Rua Maceió 4-5, às margens da Rodovia Marechal Rondon, amanheceu com os cadeados estourados sem qualquer notificação ou aviso prévio.

O grupo soube do incidente por uma coincidência: Luan Chimbo, diretor presidente da instituição, reparou, enquanto dirigia pela rodovia, que havia tratores no terreno da sede e que as árvores estavam sendo cortadas.

O Guia Lopes atua em Bauru desde 1963 e promove atividades ao ar livre para a juventude bauruense. Seu principal objetivo é se utilizar da educação não formal para formar cidadãos conscientes de seu papel na comunidade.

Há 28 anos a sede ocupa o mesmo endereço cedido pela prefeitura. Entretanto, em 2016, a concessão venceu e o grupo de Escoteiros foi informado de que ela não poderia ser renovada devido às obras da Marechal Rondon. Desde então, a associação, composta apenas por voluntários, aguarda um novo local.

Em julho deste ano, o Guia Lopes teve uma reunião com o prefeito Clodoaldo Gazzetta, que fez promessas de ceder um novo endereço, além de informar que as obras no antigo só começariam em setembro.

Não houve novas informações sobre a nova sede desde então, até que hoje, mais cedo do que o acordado e sem qualquer notificação prévia, as obras tiveram início por meio da invasão. A comunicação entre o grupo e a prefeitura sempre ocorreu de forma amistosa e contínua, por isso a surpresa ainda maior com o ocorrido.

Diante da invasão, os membros do Guia Lopes passaram a buscar apoio nas redes sociais e entraram em contato com a mídia. Maria Cecília Gatti, diretora de métodos, e Luan Chimbo chegaram a participar da segunda edição do Ligado na Cidade da Jovem Pan News, onde expuseram a situação.

Em meio a repercussão, a prefeitura agendou uma reunião com os integrantes do Guia Lopes para as 17 horas do mesmo dia. Estavam presentes o vice-prefeito Toninho Gimenez, a chefe de Gabinete Majô Jandreice, o secretário de Obras, Sidnei Rodrigues e Elizeu Eclair Teixeira Borges, presidente da EMDURB. O prefeito Clodoaldo Gazzetta estava em uma videoconferência com o Ministro da Economia Paulo Guedes e só pode se juntar à reunião nos últimos minutos.

Em entrevista exclusiva à Jovem Pan News, Maria Cecília disse: "eles se comprometeram a procurar uma outra área o mais rápido possível para que a gente se mude e poderemos ficar na área construída da sede antiga até isso acontecer". Em relação a invasão, a prefeitura alegou não saber que as obras começariam ali hoje. Um certo desconforto com o fato de o grupo de Escoteiros ter acionado a mídia também foi demonstrado.

Por fim, Sidnei Rodrigues, secretário de Obras, entrou em contato com o engenheiro responsável pela obra, que se comprometeu a recolocar uma parte do alambrado, que ficou danificado com a ação dos tratores.

* Após a publicação desta matéria, a Prefeitura Municipal de Bauru informou à Jovem Pan News que não está trabalhando nas obras de construção das marginais da Rodovia Marechal Rondon. De acordo com a Assessoria de Comunicação, as obras estão sendo realizadas por empresa contratada pela concessionária Via Rondon.