Famesp e Governo do Estado podem não renovar o convênio do Hospital das Clínicas para 2021

  • Jamile Diniz

Foto: Reprodução Hospital das Clínicas

A situação do Hospital das Clínicas de Bauru segue indefinida para 2021. O HC foi inaugurado durante a pandemia de coronavírus em julho de 2020 e, desde então, funciona como unidade de retaguarda ao Hospital Estadual no tratamento dos casos de Covid-19. Ambos são administrados pela Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar (Famesp).

O prazo inicial do contrato firmado entre o Governo do Estado de São Paulo e a Famesp referente ao HC, expiraria em outubro deste ano, entretanto, foi prorrogado até dia 31 de dezembro. De todo modo, não há garantias de que este continuará vigente em 2021, fato que gera preocupação em meio à apreensão para a possível segunda onda de Covid-19.

Segundo reportagem da rádio 94 FM, funcionários do Hospital das Clínicas receberam aviso prévio da rescisão do contrato de trabalho, o que corrobora com a ideia de que o atual convênio não será renovado. A Famesp não se manifestou sobre o assunto.