Etecs e Fatecs promovem trote solidário adaptado à pandemia de COVID-19

  • Lucca Willians

Em alguns locais, as doações podem ser entregues na entrada da unidade do Centro Paula Souza ou em sistema 'drive thru'

Nem o distanciamento social foi capaz de desanimar as equipes das Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) estaduais, que se mobilizaram e conseguiram organizar o chamado trote solidário. A ideia é dar as boas-vindas aos calouros mostrando que solidariedade também se pratica na escola e promovendo ações que beneficiam entidades sociais das diversas regiões do estado.

As ações vêm sendo desenvolvidas respeitando as normas de saúde e vigilância sanitária vigentes durante a pandemia. Exemplos de adaptações são as doações que podem ser entregues na entrada da unidade ou em um sistema de "drive thru".

"Não interrompemos nossas atividades por conta da pandemia, apenas nos adaptamos à nova realidade e não poderíamos deixar de realizar essa ação, que sempre tem apoio dos nossos alunos", afirma o diretor da Fatec Itapira, Luiz Henrique Biazotto.

"Uma das nossas missões enquanto educadores é formar cidadãos participativos e conscientes do seu papel na sociedade e o trote solidário é uma das muitas formas que temos de fazer isso", acrescenta.

Recepção

Algumas unidades do Centro Paula Souza (CPS) organizaram também atividades como palestras para recepcionar os novos alunos.