Conselho Municipalista realiza 12ª reunião e discute ações de enfrentamento à pandemia

  • Lucca Willians

Plano São Paulo e o fortalecimento da capacidade hospitalar foram algumas das pautas do encontro (Foto: Divulgação | Governo do Estado de São Paulo)

O Governo do Estado realizou nesta quarta-feira (22), no Palácio dos Bandeirantes, a 12ª videoconferência do Conselho Municipalista. A reunião, comandada pelo Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, discutiu a expectativa de melhora nos índices das regiões no Plano São Paulo, a possibilidade de novos leitos de enfermaria e UTI, o avanço do vírus em estados vizinhos, como Minas Gerais, e pedidos de subdivisões nos Departamentos Regionais de Saúde (DRS).

A estabilização nas taxas da epidemia e as medidas da quarentena heterogênea refletem na melhora que as regiões têm demonstrado nas últimas semanas. "A atuação dos prefeitos em consonância com as ações do Governo do Estado, tratando o enfrentamento da epidemia de modo técnico e priorizando a saúde da população tem sido um determinante para os resultados positivos do último período", disse Vinholi.

Outros assuntos debatidos na reunião foram a responsabilidade com a melhora gradativa de taxas estipuladas pelo Plano São Paulo, propiciando a retomada às aulas como planejado, a continuidade com o fortalecimento da capacidade hospitalar observando o avanço da pandemia nos estados vizinhos e evitando, assim, a sobrecarga dos leitos COVID.

Análise

Pedidos para novas subdivisões de saúde foram debatidos e o secretário Marco Vinholi reiterou que estão em análise pelo Centro de Contingência do Coronavírus. As medidas devem ser tomadas com critérios técnicos privilegiando a saúde da população.

Além das reflexões os prefeitos compartilharam as experiências com o isolamento e a internação precoce de casos leves, refletindo na melhora dos índices. As medidas têm passado por um processo de reflexão e avaliação do Centro de Contingência, com o intuito de ajudar da melhor forma possível a retomada gradual da economia em todas as regiões do estado.

"Os prefeitos têm tratado com muita seriedade o enfrentamento desse grande problema. A história, em curto prazo, com certeza consagrará a vocês como os prefeitos que evitaram tantas mortes em suas cidades", avalia o Dr. Rubens Cury.

Diretrizes

O Conselho Municipalista foi instituído pelo Governador João Doria para pactuar junto às regiões administrativas e seus municípios as decisões de enfrentamento da pandemia de COVID-19 e as diretrizes do Plano São Paulo, como a flexibilização da quarentena e a retomada segura das atividades econômicas.

O Secretário de Desenvolvimento Regional coordena as ações do Conselho, que reúne Secretários de Estado e prefeitos de cidades-sedes das seguintes regiões administrativas: Araçatuba, Araraquara (Central), Barretos, Bauru, Campinas, Franca, Itapeva, Marília, Presidente Prudente, Registro, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, Sorocaba e São Paulo capital.

Conforme estabelecido na Resolução de 15 de junho de 2020, o Conselho Municipalista continuará a funcionar mesmo após a pandemia nos moldes do Governo Montoro e buscará promover a integração dos programas setoriais; fornecer informações e dados relativos aos vários setores da Administração Pública; identificar os problemas das unidades regionais constituídas e estimular iniciativas conjuntas para a solução de problemas.