Chuva arrasta carros e destelha casas em Bauru; Zoológico e Jardim Botânico fecham as portas após estragos

  • Jamile Diniz

(Foto: Reprodução/Twitter)

Na tarde desta quarta-feira (16), uma forte pancada de chuva em Bauru causou danos em diversas partes da cidade. Avenidas foram alagadas, árvores derrubadas pelo vento, veículos tombaram com a enxurrada e até mesmo algumas casas ficaram destelhadas no bairro Ferradura Mirim. O Jardim Botânico e o Zoológico Municipal precisaram fechar as portas em decorrência dos danos, mas não houve feridos.

De acordo com o Instituto de Pesquisas Meteorológicas da Unesp (IPMet), em apenas uma hora choveu o equivalente a 51 milímetros. Já o vento, chegou a 45 quilômetros por hora, o que fez com que diversas árvores caíssem pela cidade. Foi o que ocorreu no Jardim Botânico e no Zoológico Municipal de Bauru, que tiveram que fechar as portas nesta quinta-feira (17).

Zoológico e Jardim Botânico

Por meio das redes sociais, a direção do Zoo afirmou que até o momento foram contabilizadas quedas de 5 árvores de grande porte e diversas de pequeno porte. Entretanto, nenhum animal ficou ferido. “Ao percebermos que iria chover recolhemos os animais para ficarem mais protegidos”, informa o diretor Astélio Moura. Para a segurança dos visitantes, a visitação só será reaberta quando as estruturas forem verificadas e as árvores retiradas.

O Jardim Botânico também emitiu um comunicado informando que a visitação pública está suspensa e que o local receberá manutenção em decorrência das chuvas.

(Foto: Arquivo/Jardim Botânico)

Casas destelhadas

No bairro da Ferradura Mirim, cerca de 50 casas ficaram destelhadas, de acordo com a Defensa Civil. O órgão agora está arrecadando lonas e outros itens para distribuir pelas residências, já que os moradores perderam móveis, eletrodomésticos e roupas com o temporal. Por sorte, ninguém ficou ferido.

Enxurrada

Como noticiado em tempo real pelas redes sociais da JPNB, um carro foi tombado pela enxurrada no cruzamento entre as ruas Maria José e Capitão Gomes Duarte. Nesse mesmo local, outros automóveis também foram arrastados pela chuva.

Alagamentos

A Avenida Nações Unidas teve trechos completamente alagados, que faziam com que a via se assemelhasse a um rio. Pedestres ficaram ilhados em pontos de ônibus e, novamente, carros foram levados pela enxurrada.

Também ocorreram alagamentos nas vias Comendador José da Silva Martha e na Praça Portugal.