Bauru participa de pesquisa sobre a eficácia de medicamento para a Covid-19

  • Lucca Willians

A ação denominada #500VoluntáriosJÁ, que está realizando um estudo clínico de análise da eficácia do medicamento Nitazoxanida, a popular 'Annita', contra a Covid-19, completou 07 dias nesta terça-feira (14). Nesse período 35 pessoas fizeram a coleta de material, das quais sete testaram positivo para Covid-19 e estão usando o medicamento.

De acordo com o Ministério da Ciência, Tenologia e Inovações, o objetivo do Estudo é buscar a participação de pelo menos 500 voluntários em todo o país para participar deste estudo clínico. "A prioridade é descobrir os remédios e posicionamento, aumentar quantidade de testes diagnósticos no país, desenvolvimento de vacinas, conhecer a patogênese e estudar o que funcionou ou não durante a pandemia", afirmou o ministro Marcos Pontes, no lançamento do estudo na cidade, no último dia 06.

Em Bauru, o estudo está sendo realizado na Carreta do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações ao lado da Unidade Básica de Saúde do Núcleo Geisel. A pesquisa é direcionada às pessoas com início de síndrome gripal (do 1º ao 3º dia). A triagem e a coleta das amostras são realizadas de segunda a quarta-feira, das 08h00 às 16h00. Os pacientes que testarem positivo para Covid-19 e atenderem ao protocolo do Ministério, começam a usar o medicamento Nitazoxanida.

Para o Secretário, Dr Sérgio Henrique Antonio, este projeto vem ao encontro da gestão da Saúde no Município, com a possibilidade de poder dar condições relevantes ao combate do coronavírus. "Por isso pedimos a participação das pessoas para que possamos ter uma realidade mais segura na cidade de Bauru. Isso é muito importante neste momento e toda ação de preservação da vida é bem vinda ao município", ressalta.