Bauru oficializa estudo clínico de medicamento da Covid-19 com visita do ministro Marcos Pontes

  • Lucca Willians

(Fotos: Divulgação | Prefeitura Municipal de Bauru e Luiz Pereira | Jovem Pan News)

O prefeito Clodoaldo Armando Gazzetta e o Secretário de Saúde Sérgio Henrique Antônio receberam, nesta segunda-feira (06), o Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Marcos Pontes, para lançamento da ação #500VoluntáriosJÁ, em Bauru. O projeto objetiva a participação de 500 voluntários com sintomas de Covid-19 em estudo clínico de análise da eficácia do medicamento Nitazoxanida contra a doença.

Conforme o Secretário de Saúde Sérgio Henrique Antonio "Este projeto vem de encontro a gestão. A possibilidade de poder dar condições relevantes ao combate do coronavírus. Pedimos a participação das pessoas para que possamos ter uma realidade mais segura na cidade de Bauru. Isso é muito importante neste momento e toda ação de preservação da vida é bem vinda ao município", ressalta.

Em relação as estratégias de enfrentamento da pandemia, o ministro Marcos Pontes aponta que "Na área de ciência é importante a resposta rápida e precisa. A prioridade é descobrir os remédios e posicionamento, aumentar quantidade de testes diagnósticos no país, desenvolvimento de vacinas, conhecer a patogênese e estudar o que funcionou ou não durante a pandemia". Ao todo foram disponibilizados pelo Governo Federal ao Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), R$ 1 bilhão de reais para combate a pandemia.

O prefeito Clodoaldo Gazzetta ressalta que o momento atual da pandemia é de extrema dificuldade aos municípios na compatibilização da proteção da vida com o desenvolvimento da economia e das cidades. "E ações como #500VoluntáriosJÁ é um experimento importante na área dos medicamentos para enfrentar essa doença e coloca Bauru mais uma vez na vanguarda das ações de governo e das parcerias entre o ministério e as cidades", ressalta.

#500VoluntáriosJÁ

A ação #500VoluntáriosJÁ surgiu como ferramenta de uma das estratégias de enfrentamento da pandemia pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), o reposicionamento de fármacos. O Secretário de Políticas e Ações Estratégicas do MCTI, Marcelo Morales, explica que é a "utilização de medicamentos já existentes nas farmácias com finalidade diferente da prescrita na bula. Não precisando assim, partir de uma nova molécula para criação de um medicamento", explica.

No caso da Covid-19, o MCTI realizou um estudo com 2 mil moléculas no Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (Cntem) por meio de inteligência artificial, que combinou as enzimas responsáveis pela replicação do vírus de Covid-19 com os fármacos analisados. Das 2 mil moléculas, 5 apresentaram resultados positivos e foram testadas em células "in vitro" infectadas com o vírus e uma delas se mostrou capaz de inibir 94% da carga viral em células: a Nitazoxanida.

A inibição da carga viral impede a replicação do vírus no organismo, impedindo a tempestade inflamatória que piora a situação do paciente, evitando a utilização do sistema de saúde, entubação e morte. Desta forma, o próximo passo do estudo é a #500VoluntáriosJÁ, para verificar se esta molécula é capaz de inibir a replicação do vírus de Covid-19 em pacientes infectados.

Em Bauru

Para participar do estudo, aprovado pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep), os voluntários devem apresentar síndrome gripal (febre, fadiga ou tosse), ou confirmação da Covid-19. Após o diagnóstico por meio do teste RT-PCR, de forma gratuita, o paciente recebe a Nitazoxanida e as instruções do tratamento.

O infectado é acompanhado por 8 dias pela equipe técnica e deve retornar após o período para nova medição de carga viral do vírus de Covid-19. O ministro Marcos Pontes ressalta que o medicamento Nitazoxanida não oferece risco ou efeito colateral nas doses prescritas. "O que não significa que as pessoas devam ir às farmácias", enfatiza.  Em Bauru, a ação #500VoluntáriosJÁ será desenvolvida apenas na UBS do Geisel, em uma carreta localizada em frente da unidade, de segunda a sexta das 8 h às 16 h.

Além do Ministro, Prefeito e Secretário da Saúde, participaram do lançamento da Ação em Bauru, Marcelo Morales – Secretário de Políticas e Ações Estratégicas do MCTI, Paulo Alvin - Secretário de Empreendedorismo e Inovação do MCTI, Alexandre Trindade -, Superintendente dos Correios e Coordenador da Logística Rede Vírus no Interior de São Paulo, Carolina Carrer – Diretora das Unidades de Saúde de Bauru, além do diretor da Divisão de Vigilância Epidemiológica do Município, Ezequiel Santos, coordenador da pesquisa na cidade.

Também estiveram presentes outras autoridades do município como o vice-prefeito, Toninho Gimenez, o secretário de Meio Ambiente, Airton Martinez, o presidente da Emdurb, Elizeu Eclair, o vereador Fábio Manfrinato, o presidente da Fundação Marcos Pontes, Fernando Mantovani, o comandante do 4º BPMI Cel Fabiano Serpa, além de diretores, assessores e técnicos da Secretaria de Saúde.