Bauru Basket dá chance ao Pinheiros no fim, mas garante a segunda vitória consecutiva no NBB

  • Lucas Rocha

(Foto: Willian Oliveira)

O Zopone/Gocil Bauru Basket conheceu sua décima primeira vitória no NBB, diante do Pinheiros na noite desta segunda-feira (11), por 92 a 89. Com o resultado positivo, a equipe bauruense fechou o primeiro turno na terceira posição com 11 vitórias e quatro derrotas, mesma campanha do São Paulo, mas como Bauru venceu o confronto entre as duas equipes, tem vantagem na tabela de classificação.

O Pinheiros, por sua vez, terminou o primeiro turno fora da zona de playoffs, na décima terceira posição, com quatro vitórias e 11 derrotas. Larry Taylor e Tyrone Curnell saíram de quadra com 20 pontos, sendo os cestinhas da equipe bauruense, Larry inclusive, igualou seu recorde de bolas para três pontos em uma mesma partida pelo NBB (6), todas elas no primeiro tempo. Do outro lado, o uruguaio Mauro Zubiaurre finalizou a partida como o máximo anotador, somando 21 pontos e ainda colaborando com quatro assistências, registrando assim sua melhor partida nesta temporada de estreia no Basquete Brasileiro.

Larry Taylor abre a defesa por zona do Pinheiros, e coloca Bauru na frente no primeiro tempo

A décima quinta partida do Dragão no NBB começou com a confirmação do desfalque de Zach Graham. Sem seu principal pontuador, o técnico Léo Figueiró precisou reorganizar o time e dar mais minutos de quadra para alguns jogadores que não vinham jogando tanto, caso de Alexei Patrício, que saiu de quadra na reta final do jogo tendo atuado por 20 minutos. Também sabendo dessa dificuldade bauruense, David Pelosini optou por utilizar uma defesa por zona, mas logo no primeiro quarto, Bauru converteu cinco bolas para três pontos, frustrando um pouco os planos do time da capital paulista.

A primeira parcial terminou favorável ao Bauru Basket, em 30 a 15. No segundo quarto, o Pinheiros buscou o placar, chegando a estar perdendo por apenas um ponto, após excelente participação de Mauro Zubiaurre, marcando nove pontos nesta parcial. Larry Taylor finalizou o primeiro tempo com uma bola de três pontos no estouro do cronômetro, recuperando um pouco do terreno perdido pela reação pinheirense: 52 a 45.

Tyrone cresce no segundo tempo, Bauru chega a estar vencendo por 10 pontos faltando 1 minuto, mas quase deixa a vitória escapar

Diferente das últimas partidas, desta vez o Bauru Basket foi melhor do que seu adversário no terceiro quarto. Para isso contou com boa atuação de Tyrone Curnell, que se aproveitou bem dos espaços dados pela defesa do Pinheiros, se criando mais uma vez próximo a cesta. Carregado em faltas, Alex entrou apenas no fim da terceira parcial, e depois de converter uma importante bola para três pontos, viu Bauru voltar a ter dois dígitos de diferença, o terceiro quarto terminou com um tranquilo 72 a 59 para o Bauru Basket.

Quem esperava uma tranquila administração do time bauruense no último quarto, se enganou. Gustavo Basílio apareceu muito bem ao lado de Danilo Sena e Zubiaurre e o Pinheiros reagiu novamente. Faltando 10 segundos, Bauru vencia por 90 a 84, quando Alexei Patrício cometeu falta antidesportiva em Danilo Sena, o garoto converteu os dois lances livres, e na reposição lateral ainda encontrou Jonas Buffat livre na zona morta para converter a bola de três pontos e tornar o jogo, um emocionante 90 a 89, faltando 3.5 segundos. Alex Garcia recebeu a bola na reposição de Bauru, tomou a falta econverteu os dois lances livres. 92 a 89, faltando 2.4 segundos. Como o Pinheiros não tinha mais tempos, a bola saiu da quadra de defesa, na tentativa de passe longo, Gui Deodato deu o tapa pra fora e garantiu a vitória do Bauru Basket, 92 a 89.

O próximo duelo do Bauru Basket será pela Copa Super 8, no próximo sábado (16), às 13h, no Ginásio Antonio Prado Jr, diante do Fortaleza Basquete Cearense, em partida eliminatória. Quem vencer estará na semifinal deste torneio que dá uma vaga na Basketball Champions League Americas 2021/22 ao campeão.
O Pinheiros retornará às quadras apenas no dia 25, diante do mesmo Bauru Basket, na abertura do returno.

FICHA TÉCNICA

Pinheiros 89x92 Bauru Basket

Pinheiros: Gabriel Campos (7 pontos), Danilo Sena (11), Jonas Buffat (12), Gustavo Basílio (11), Teichmann (9 pontos e 10 rebotes), Rafael Munford (4), Humberto (12 pontos e 5 assistências), e Mauro Zubiaurre (21).

Técnico: David Pelosini

Bauru Basket: Tyrone Curnell (20 pontos e 9 rebotes), Gui Deodato (17 pontos, 9 rebotes e 8 assistências), Alexei Patrício (3), Larry Taylor (20 pontos e 9 assistências), Alex Garcia (15), Dikembe (6) e Gabriel Jaú (11 pontos e 6 rebotes).

Técnico: Léo Figueiró.

Arbitragem:
Diego Chiconato
Fernando Aparecido Cavalcante Leite
Augusto Manoá Ribeiro da Rosa