Bauru avança para a fase amarela do Plano São Paulo

  • Welinton Barros

Fase é mais flexível e permite o funcionamento de atividades comerciais ampliadas, mas com restrições sanitárias (Foto: Divulgação | Governo de SP)

O Governo de São Paulo confirmou na tarde desta sexta-feira (7) que a região de Bauru irá avançar para a fase 2 (fase amarela) do Plano São Paulo, que determina regras de reabertura gradual dos serviços durante a pandemia da Covid-19. Até então a região de Bauru estava na fase laranja do plano, que é mais restritiva.

A terceira fase, chamada pelo governo estadual de flexibilização, permite a abertura do comércio por seis horas diárias e amplia a capacidade de atendimento (dos atuais 20% para 40%). Além disso, libera o funcionamento de salões de beleza, cabeleireiros, manicure e pedicure.

Até o fechamento desta reportagem a Prefeitura de Bauru não havia informado quando irá publicar novo decreto com as orientações da nova fase.

As principais mudanças na fase amarela
- Restaurantes e bares reabrem para consumo local com 40% da capacidade, apenas clientes sentados e seis horas diárias
- Salões de beleza, cabeleireiros e barbeiras retomam com 40% e por seis horas diárias; sem ambiente de espera e com protocolos sanitários
- Academias podem reabrir com restrições por seis horas; capacidade de 30% e com agendamento
- Escritórios em geral também funcionam por seis horas e sem filas
- Cursos livres com capacidade de seis horas
- Parques públicos e clubes reabrem gradualmente para atividades individuais a partir de 15 de agosto
- Templos religiosos podem voltar a receber fiéis com mais de 60 anos, mas com recomendação para evitar, e com 40% de capacidade
- Retorno das aulas práticas de direção nas autoescolas
- Comércio de rua e shoppings passam a funcionar com 40% por seis horas diárias
- Galerias passam a funcionar por 6 horas diárias