Após rodízio por estiagem, DAE diminui distribuição de água por conta do barro

  • Lucca Willians

O DAE informou nesta terça-feira (29), que precisou reduzir o volume do tratamento e da distribuição de água nesta terça (29) em decorrência da turbidez elevada da água bruta que estava chegando até a ETA.

A redução no tratamento e distribuição se deu em decorrência das fortes chuvas que atingiram a região nos últimos dias, atingindo inclusive a cabeceira, em Agudos.

Em razão desse problema, a ETA teve que reduzir o volume da produção de água para 430 l/s (litros por segundo), inferior ao produzido diariamente, em torno de 540 l/s, por conta do “barro” que chegava na lagoa de captação.
Essa medida foi necessária para a manutenção da qualidade da água e dos padrões físico-químicos de potabilidade.

Técnicos seguem monitorando a situação, mas o DAE pede à população que economize e evite o desperdício.