Análise: nos playoffs, Sesi Vôlei Bauru é favorito contra o Sesc Flamengo, e está na chave do todo poderoso Minas

  • Alex Silva

Dobriana Rabadzieva em ação contra o Sesc Flamengo. (foto: Marcelo Ferrazoli/SESI-SP)

Pelo menos de momento está mantido o formato dos playoffs da Superliga, com as equipes se deslocando em viagens no pior momento da pandemia de Covid-19 no Brasil. De momento, pois se isso será mantido nós veremos adiante. Porém, o fato é que os confrontos estão definidos e assim está traçado o caminho do Sesi Vôlei Bauru na disputa pelo tão sonhado título inédito da competição.

A equipe bauruense terminou a primeira fase na quarta colocação com 49 pontos conquistados, vencendo 17 partidas e tendo perdido apenas cinco. Dessa forma, o Sesi Vôlei Bauru vai encarar o Sesc Flamengo pelas quartas de final, que ficou na quinta colocação com 42 pontos. Além disso o time de Bauru caiu na mesma chave do líder Minas, ou seja, caso avance para as semifinais a equipe terá de enfrentar Thaisa, Macris e Cia para chegar a uma inédita final de Superliga.

O confronto Sesi Vôlei Bauru x Sesc Flamengo nas quartas de final

O confronto entre Sesi Vôlei Bauru e Flamengo talvez seja o melhor dessas quartas de final, digo talvez pois acredito que Praia Clube e São Paulo/Barueri também promete, e além disso Minas e Osasco devem avançar sem sustos. O retrospecto na temporada é totalmente favorável à equipe bauruense que venceu os três jogos contra o time comandado pelo técnico Bernardinho.

As partidas contra o Sesc Flamengo foram momentos de afirmação do Sesi Bauru. Na partida do primeiro turno, o time vinha de uma sonora derrota para o Praia por três sets a zero e coletivamente não funcionava. Apesar de muitas falhas de ambos os lados, Bauru contou com uma partidaça da oposta Polina Rahimova que anotou 37 pontos para vencer no tie-break. No segundo turno, já foi outra história, com o Sesi Vôlei Bauru encaixado coletivamente e a equipe carioca perdida em quadra, o que facilitou a vitória por três a um. O jogo da Copa Brasil não teve registro de imagens da forma adequada, portanto fica impossível analisar, porém foi uma vitória que afirmou o bom momento da equipe comandada pelo técnico Rubinho após a virada para o ano de 2021.

Além do histórico de confrontos na temporada, o momento das equipes mostra um favoritismo para o Sesi Vôlei Bauru contra o time carioca. Rubinho cativou o time e hoje consegue fazer a equipe jogar coletivamente, extraindo o máximo de suas atletas. O treinador também conquistou resultados importantes, como a quebra de tabu contra o Praia Clube e as vitórias contra Osasco e Sesc Flamengo. Até agora, em 24 jogos sob o comando do Rubinho, a equipe venceu 18 e perdeu seis, um aproveitamento de 75%. O único adversário que ele não venceu foi o Minas. Só há um questionamento quanto ao trabalho do técnico no atual momento: por qual motivo Fernanda Ísis não entra como titular? É uma dúvida que paira sobre o ar e os fãs de vôlei sempre se questionam.

Se do lado bauruense o momento é bom, o lado carioca é totalmente oposto. A equipe acaba de sofrer um sonoro três a zero para o Praia Clube e vem de uma instabilidade, perdendo três dos seus últimos cinco compromissos. No segundo turno, o Sesc Flamengo não venceu nenhuma equipe do G4 da Superliga. O coletivo nem sempre funciona e o time em certos jogos depende de lampejos da central Val e da jovem revelação Ana Cristina para vencer. Fabíola que é uma excelente levantadora faz uma temporada abaixo, e é notório que o clima no elenco não é bom, algo que ficou escancarado após a dispensa da ponteira Drussyla no meio da temporada.

Dadas as circunstâncias, podemos dizer que o Sesi Vôlei Bauru é sim favorito para avançar às semifinais. Se me dessem dez fichas, apostaria sete na equipe de Bauru. Porém, não se pode descartar uma equipe comandada por Bernardinho e que conta com jogadoras de qualidade como Fabíola, Juciely, Val, Lorenne e a jovem promissora Ana Cristina.

Em três jogos muita coisa pode acontecer e todos que são apaixonados pelo voleibol esperam grandes jogos. Até o fechamento desse texto, as datas das partidas não haviam sido divulgadas pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV).

Vale também lembrar que essa não é a primeira vez que as equipes se encontram em playoffs. Na temporada 2018/2019, o Sesi Vôlei Bauru eliminou o então Sesc Rio de Janeiro nas quartas de final da competição.

Equipes estão na chave do Minas

Por fim, quem avançar pode enfrentar o todo poderoso Minas na fase semifinal, que é favoritíssimo contra o Brasília. Aí meu amigo e minha amiga, qualquer uma das equipes, seja Sesi Bauru ou Sesc Flamengo, terá que suar sangue para desbancar o melhor time do Brasil na temporada e chegar na decisão da Superliga.