Prefeitura prevê construção de complexo com EMEII e Centro do Idoso no bairro Isaura Pitta Garms

  • Lucca Willians

A Prefeitura de Bauru iniciou nesta quarta-feira (16), o trabalho de demolição da antiga estrutura do prédio, inacabado, da escola municipal Vera Lúcia Pereira Arlindo, no núcleo Isaura Pitta Garms. As estruturas remanescentes da unidade de ensino haviam sido iniciadas em 2002 e foi interrompida ao longo dos anos. No mesmo local, ocupando uma área de 9.165,23m², o município prevê a construção de um complexo educacional para a Escola do Futuro, que abrigará duas escolas (infantil e fundamental) e um Centro de Convivência do Idoso.

EMEII

O Complexo inclui a construção de uma EMEII, Escola Municipal de Ensino Infantil Integral, com 180 vagas e que atenderá crianças entre quatro meses até cinco anos de idade, e uma EMEFI, Escola Municipal de Ensino Fundamental Integral, com 10 salas e capacidade para 300 alunos, além de um CCI, Centro de Convivência do Idoso, com área total de 4.812,63m², em um terreno com área de 9.165,23m².

Os valores previstos para a construção dos equipamentos já estão assegurados na Secretaria Municipal de Educação, através da QESE. Serão investidos mais de R$ 14 milhões de reais. O projeto de arquitetura foi elaborado pela arquiteta da Secretaria Municipal de Educação, Ludmilla Tidei de Lima, e pensado para as necessidades da região do Pitta Garms, com a proposta de ser uma unidade modelo para a Escola do Futuro. A ideia abrange uma escola, acima de tudo, inclusiva, e que tem o objetivo de preparar as crianças para o milênio.

A estrutura física do complexo foi projetada com o uso de estruturas de concreto pré-moldadas para agilizar a construção, o que facilita o processo de fiscalização durante a construção e, ainda, ser uma técnica construtiva mais rápida e limpa, o que minimiza a produção de resíduos da construção civil.

Os espaços contemplados no complexo das escolas integrais contemplam: salas flexíveis e espaços diversificados, que permitirão ao professor organizar e ministrar aulas com atividades mais práticas e criativas; tornar o aprendizado em uma experiência divertida; na área da recreação das escolas está incluído espaços para brincadeiras com água através de um chafariz de piso, jardim sensorial e que permite aos alunos, de uma forma geral e àqueles com baixa visão, experimentar cheiros e texturas diferentes; além de playground destinado aos alunos do ensino infantil e outro para os alunos do fundamental; haverá horta e um viveiro de mudas, além de espaços externos para atividades didáticas.

A área de recreação contará também com quadra poliesportiva e um conjunto de vestiários para as EMEII e EMEFI. Estiveram presentes para o acompanhamento do início da demolição o prefeito de Bauru, Clodoaldo Gazzetta, a secretaria de Planejamento, Letícia Kirchner, e a arquiteta da Educação, Ludmilla Tidei Lima.

Centro de Convivência do Idoso

Para o Centro de Convivência do Idoso, a proposta prevê um espaço para o idoso desenvolver atividades como oficinas em diversas áreas, com espaço em duas salas amplas, além de uma sala de ginástica, área externa para jogos e atividades ao ar livre, salão para eventos, refeitório, cozinha, áreas de serviço e banheiros.

A ideia é criar um espaço destinado e acessível para o idoso e permitir a realização de atividades com as crianças das duas escolas, na área de recreação.

As áreas de cada unidade são:

EMEII = 1.711,98m²
EMEFI = 2.713,30m²
Centro de Convivência do Idoso = 387,35m²
Total = 4.812,63 m²