Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo oficializa Bauru como sede do Comando do Interior (CBI-2)

  • Lucca Willians

(Foto: Divulgação | Prefeitura Municipal de Bauru/Priscila Medeiros)

Em visita oficial a Bauru, o Coronel Max Mena, comandante do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo explicou como será o funcionamento dos equipamentos que o município receberá neste ano para integrar o trabalho de atendimento à população de Bauru e região. A reunião ocorreu no Paço Municipal e contou da presença do secretário do Meio Ambiente, Coronel Airton Iosimo Martinez e do presidente da Emdurb, Elizeu Eclair.

Bauru, desde o começo de agosto, passou a ser uma das sedes do Comando do Interior (CBI-2), que contempla os grupamentos das regiões de Marília, São José do Rio Preto, Presidente Prudente, Ribeirão Preto e Araçatuba. Além disso, há o objetivo de integrar o Centro de Operações do Corpo de Bombeiros (Cobom) com o Copom, e que tem o objetivo de unificar as forças de segurança de Bauru e região para a otimização da questão operacional e auxiliar nos atendimentos emergenciais.

Segundo destacou Coronel Max Mena, a importância de Bauru se tornar o comando do interior, se estende para a região e eleva Bauru numa posição central e com uma estrutura de força tarefa e equipamentos diferenciados, por ser uma região com potencial de risco bastante grande e sendo necessário o uso destas forças.

"Bauru foi escolhida por estar no centro do Estado e de favorecer o acesso a todas as regiões do interior de forma rápida. Imediatamente, até outubro, haverá um caminhão que abastece cilindros de proteção respiratória no local da ocorrência, além de ser um caminhão com iluminação. Outro aparato é um caminhão tipo baú para atender vítimas de catástrofes", destaca o Coronel Max Mena.

A reunião contou da presença também do Coronel PM Victor de Freitas Carvalho, comandante do CBI-2. Victor Freitas de Carvalho assumiu a função na semana passada e recentemente, deixou o Comando da Escola de Educação Física da Polícia Militar do Estado de São Paulo para assumir o desafio de coordenar a estruturação do Comando de Bombeiros do Interior 2, o qual passa a abranger a área operacional de cinco Grupamento de Bombeiros, o 9.º GB - sediado em Ribeirão Preto, o 10.º GB - sediado em Marília, o 13.º GB - sediado em São José do Rio Preto, o 14.º GB - sediado em Presidente Prudente e o 20.º GB - sediado em Araçatuba. O CBI-2 passa, então, a possuir a maior área operacional do Corpo de Bombeiros do Estado.

Participaram também o Ten Cel PM José Milton Franco de Arruda SubComandante do CBI-2, Major PM Wilson Goes Junior Comandante do 10GB, Major PM Vitor Puato de Almeida, chefe do Estado Maior do CBI-2, Cap PM Mário Augusto Damiati, comandante do 2º SubGrupamento do 10GB, 1º Ten PM Vinícius Alexandre Burin, comandante do Posto de Bombeiros de Bauru e Capitão Helder Hideaki Kato.