Aulas presenciais são retomadas após quase um ano de pandemia em Bauru

  • Lucca Willians

(Foto: Thayna Polin/Prefeitura de Bauru)

A Secretaria Municipal de Educação retomou as aulas presenciais em Bauru após quase um ano. O ensino presencial foi suspenso no final de março de 2020, no início da pandemia, e voltou nesta segunda-feira (01), após adoção de rígido protocolo de biossegurança. O uso de máscara é obrigatório para alunos, professores e funcionários, a Prefeitura de Bauru disponibilizou álcool gel em todas as escolas e ainda há determinação para manutenção do distanciamento entre as pessoas.

Todos os equipamentos de proteção individual (EPIs) estavam nas escolas para a volta das aulas, como totens de álcool gel, máscara, ‘face shield’, além do reforço na higienização dos espaços e demarcação na parte externa para que pais e alunos mantenham o distanciamento na entrada e saída dos estudantes.

Outra medida para preservar a saúde dos alunos, professores e funcionários foi a redução do número de estudantes. Cada turma tem a presença de, no máximo, 25% dos alunos por dia. A rede municipal possui 90 escolas, sendo 65 de educação infantil, 16 de ensino fundamental e nove de jovens e adultos. Apenas três ainda não puderam retomar as atividades presenciais – a Emef Dirce Boemer Guedes de Azevedo, no Parque Bauru, que está em reforma, a Emef Maria Chaparro Costa, no Parque Santa Edwirges, e a Emef Cônego Aníbal Difrância, no Parque São Geraldo, estas por conta de atos de vandalismo nos últimos dias, que obrigaram a pasta a providenciar a troca de fiação das duas unidades.

A prefeita Suéllen Rosim, a secretária de Educação, Maria do Carmo Kobayashi, e os diretores de Departamento e de Divisão da secretaria acompanham de perto a volta das aulas, que foi tranquila e em incidentes em todas as escolas da rede municipal. Os pais que desejarem podem manter os alunos no ensino totalmente remoto, uma vez que a volta é facultativa.

Aula normal

O primeiro dia de aula teve todas as escolas aptas funcionando normalmente. A secretaria teve o registro de 20 ausências de servidores nas escolas municipais nesta segunda-feira, sendo 15 professores – 11 do ensino fundamental e quatro do infantil, e cinco servidores de apoio – sendo um do fundamental e quatro do infantil.