Agudos abre inscrições para o programa Jovem Agricultor do Futuro

  • Lucca Willians

Aulas serão ministradas na antiga Itetresp; parceria com o Senar já capacitou aproximadamente 700 jovens desde 2008 (Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de Agudos)

A Prefeitura de Agudos em parceria com o Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), abre nesta segunda-feira (08), as inscrições para o programa Jovem Agricultor do Futuro.

O curso, que é gratuito, tem turmas nos períodos da manhã e tarde. O programa Jovem Agricultor do Futuro, tem como objetivo proporcionar ao jovem aprendiz a educação básica e genérica necessária ao trabalho em todas as atividades produtivas do meio rural, transformando o potencial destes jovens em competência para toda a vida.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), Sindicato Rural de Bauru e Prefeitura Municipal de Agudos, realizam desde 2008 uma parceria para a realização do programa, capacitando ao longo desses anos aproximadamente 700 jovens com idade entre 13 e 17 anos.

A partir do desafio de tornar uma área produtiva de forma sustentável é feita a organização curricular do programa, que está distribuída em projetos e oficinas.

O Programa contempla 464 horas, distribuídas em nove módulos, o que equivale a 116 dias de aulas. Em Agudos o curso será realizado com duas turmas, uma no período da manhã e outra no período da tarde, com carga horária diária de 3h. Início está previsto para 15 de março e término até 10 de dezembro.

O local para realização do Programa no município de Agudos será a área da antiga Itetresp.

Para fazer a inscrição o interessado deverá procurar o Centro de Capacitação, que fica na rua Treze de Maio, 242, no Centro (Galeria Municipal). As inscrições serão feitas a partir das 8h do dia 8 de março. O curso é destinado a jovens entre 14 e 17 anos.

Mais informações podem ser obtidas através do telefone (14) 9 8154-4258 (whatsapp). As vagas são limitadas.

 

Devido à pandemia do COVID19 para que seja possível a continuidade do Programa, todos os envolvidos devem seguir o regramento de:

·       Número de participantes:  máximo 15 e mínimo 10;

·       As aulas teóricas e práticas devem ser realizadas em locais arejados;

·       Dedicação de pelo menos 5 minutos a cada início das ações e atividades para informar sobre os riscos da contaminação e medidas de prevenção da COVID-19, também por meio de cartazes, folhetos para disseminação das informações;

·       Aglomerações de pessoas devem ser evitadas antes, durante e após as atividades, distanciamento mínimo de 1,5 metros entre os envolvidos;

·       Garantia de condições de higiene como água e sabão, álcool em gel e máscaras disponíveis a todos os envolvidos;

·       Medidas essenciais e preventivas sobre o contágio e disseminação do Coronavírus de higiene e limpeza do local e materiais que devem ser tomadas antes, durante e após a realização das ações e atividades;

·       Vedada a participação de pessoas com qualquer sintoma de gripe ou resfriado nas ações e atividades.

·       O terreno experimental deve possuir uma metragem aproximada de 300 metros quadrados de área agricultável para cada turma.

·       O Programa possui grande renome e tradição, impactando de forma positiva a qualificação de vários jovens.

·       Os profissionais que integram o corpo docente do Programa são capacitados e estão comprometidos com os objetivos, plano de trabalho, metodologia e com todos os desafios em tempos de COVID19 para que se obtenha êxito na formação destes jovens.